Em carta, Lula diz que exclusão de debate ‘viola o direito do povo brasileiro’

  • Por Jovem Pan
  • 09/08/2018 19h47 - Atualizado em 09/08/2018 20h32
EFE/Fernando Bizerra Jr. Candidato à presidência pelo PT, Lula, afirma que o Brasil precisa debater seu futuro de forma democrática

Proibido pela Justiça de participar dos debates dos presidenciáveis no Rádio e na TV, Lula (PT) resolveu se manifestar por meio de seu Twitter. Em texto, intitulado de “Carta de Lula ao debate na BandTV”, o petista afirmou que a exclusão viola o direito do povo brasileiro e também dos outros candidatos de discutir as propostas da candidatura e até de criticá-lo olhando à sua frente e ele com o direito de responder.

O ex-presidente enfatizou ainda que é candidato porque não cometeu nenhum crime e tem compromisso com este povo que, em 2010, ao final de seu mandato, concedeu-lhe o maior índice de aprovação de um presidente na história deste país, com 87% de avaliação positiva.

Ao final da carta, ele ressaltou que “o Brasil precisa debater seu futuro de forma democrática. Ter eleições onde o povo, que já viveu dias melhores em um passado recente, possa escolher que caminho quer para o país, com a participação de todas as forças políticas da nação”.

Condenado a 12 anos e 1 mês de prisão, Lula cumpre pena por corrupção passiva e lavagem de dinheiro na superintendência da Polícia Federal em Curitiba. O petista é considerado inelegível pela Lei da Ficha Limpa e deve ter a candidatura impugnada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).