‘Já adverti o garoto’: Bolsonaro diz que declarações do filho sobre o STF são ‘página virada’

  • Por Jovem Pan
  • 22/10/2018 15h00
Reprodução/SBT"Ele já assumiu a responsabilidade e se desculpou", disse o candidato

O candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) disse em entrevista ao SBT, gravada na manhã desta segunda-feira (22), que seu filho, o deputado federal Eduardo Bolsonaro, já foi repreendido pela declaração em que falou sobre suposto fechamento do Supremo Tribunal Federal (STF). A fala em questão está em um vídeo que viralizou nas redes sociais neste fim de semana.

“Eu já adverti meu filho. A resposta na verdade é dele. Isso aconteceu há quatro meses. Ele aceitou responder uma pergunta que não tinha nem pé nem cabeça e resolveu levar para o lado desse absurdo aí. E eu até fui pesado com meu garoto: ‘quem fala isso tem que buscar um psiquiatra’. E ele já assumiu a responsabilidade, se desculpou. E no que depender de nós, obviamente, essa é uma página virada na história”, afirmou.

O vídeo em que Eduardo responde se o Exército poderia agir caso a Corte impedisse a posse do seu pai foi gravado antes do primeiro turno das eleições. As declarações provocaram reações de Fernando Haddad (PT), concorrente de Jair Bolsonaro na disputa presidencial, e de ministros do STF.

Em suas redes sociais, Eduardo Bolsonaro publicou uma nota dizendo que a declaração não é “motivo para alarde”. Na mensagem, afirmou que nunca defendeu o fechamento do STF e pediu desculpas se o que disse foi “infeliz”.