Haddad e aliados aguardam ‘sinal verde’ de Lula para apresentar nova chapa

  • Por Jovem Pan
  • 06/09/2018 12h45
Divulgação/Ricardo StuckertEnquanto o anúncio não é feito, os petistas tentam entrar em acordo de como aproveitar as poucas aparições na TV e no rádio

Os aliados do virtual candidato à Presidência da República pelo Partido dos Trabalhadores (PT), Fernando Haddad, aguardam uma “carta-testamento” do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que dê “sinal verde” para que o ex-prefeito de São Paulo e a deputada estadual no Rio Grande do Sul Manuela D’Ávila se pronunciem como chapa oficial do partido que concorre ao Palácio do Planalto.

De acordo com a jornalista Andréia Sadi, os petistas esperam que essa carta seja divulgada na próxima segunda-feira (10), quando Haddad visitará Lula na sede da Polícia Federal, onde está preso, em Curitiba.

Por seis votos a um, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) indeferiu, na semana passada, a candidatura de Lula baseada na Lei da Ficha Limpa, aprovada pelo próprio ex-presidente.

O ex-prefeito de São Paulo espera ser anunciado como candidato oficial na terça-feira (11), último dia para que o PT indique outro nome para substituir Lula na corrida ao Palácio do Planalto.

Enquanto o anúncio não é feito, os petistas tentam entrar em acordo de como aproveitar as poucas aparições na TV e no rádio para que se consolide a transferência de votos do ex-presidente para Haddad, estratégia usada desde o começo da campanha eleitoral.

Manuela e Haddad deverão fazer o primeiro ato juntos – como candidatos oficiais – em Porto Alegre, cidade natal da candidata pelo PCdoB. A suposta carta de Lula deverá ocupar todas as aparições da coligação no horário eleitoral da próxima terça-feira (11).