Lula erra o nome de Fernando Haddad em bilhete de apoio à chapa

  • Por Jovem Pan
  • 15/09/2018 13h18
EFE/Fernando Bizerra JrNos comentários, enquanto alguns demonstraram apoio, outros ironizaram

O presidenciável Fernando Haddad (PT) compartilhou em suas redes sociais neste sábado (15) uma foto de um bilhete escrito a mão pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com uma mensagem de apoio à sua candidatura. Ao citar o nome do companheiro, porém, escreveu “Hadad” (com apenas uma letra “D”) em vez de “Haddad”.

“A eleição de ‘Hadad’ vai ser a resposta do povo brasileiro ao golpe! Aos que sabotaram a democracia e tentaram impedir a soberania do voto popular”, anotou o petista. A publicação foi repostada pelo candidato. “Vamos juntos, presidente”, comentou.

Nos comentários, enquanto alguns demonstraram apoio à chapa, outros ironizaram. “O cara não sabe nem escrever o seu nome. Que vergonha”, disse um deles. “Tô imaginando o Lula na hora: ‘Rapaz, e agora, ‘Hadad’ tem um ‘D’ só ou são dois? Acho que é um só’. Pra gente ver como é horrível viver sem internet”, brincou outro. “É verdade esse bilhete”, afirmou mais um, fazendo referência a um meme que viralizou recentemente na web.

Nesta sexta-feira (14), Haddad foi o último entrevistado na série de sabatinas realizada pelo Jornal Nacional. Em um dos momentos mais tensos da conversa, o apresentador William Bonner o questionou sobre o motivo pelo qual os petistas em geral criticam o Judiciário brasileiro e falam que houve uma “conspiração” na condenação de muitos deles – sendo que a maioria dos magistrados foi indicada pelos ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff.

“Nós nunca partidarizamos o judiciário. Isso mostra que Lula jamais indicou ministros pensando em como eles iriam votar futuramente. Mas isso não significa que o Judiciário não possa errar”, declarou.