Ministro do TSE manda Facebook tirar do ar 33 fake news sobre Manuela D’Ávila

  • Por Jovem Pan
  • 09/10/2018 14h57
FáTIMA MEIRA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOPosts teriam "objetivo evidente de interferir no pleito eleitoral"

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Sérgio Banhos determinou que o Facebook retire do ar 33 fake news sobre Manuela D’Ávila (PCdoB), candidata a vice na chapa de Fernando Haddad (PT). A decisão coloca como prazo 24 horas. Além disso, os autores das postagens deverão ser identificados e enviados pela rede social à Justiça.

“As pessoas representadas responsáveis pelas contas e páginas no Facebook teriam se utilizado da rede social para ofender e difamar a candidata Manuela D’Ávila e a coligação representante, por meio da publicação de vídeo, no qual se atribui condutas moralmente reprováveis à candidata”, diz a representação dos advogados da coligação O Povo Feliz de Novo (PT/PC do B/PROS).

“As publicações contém trechos de vídeo de autoria da candidata, com inserção de matéria jornalística a respeito de manifestação ocorrida no Rio de Janeiro, na qual há imagem de dois manifestantes distribuindo imagens de santas e chutando crucifixos (…). Após a apresentação das referidas imagens, é inserido novo trecho de vídeo da candidata produzido para combater a homofobia nas escolas. Entretanto, aparece sua voz ao fundo com sobreposição de imagens que deturpariam o real conteúdo da publicidade”, completa.

De acordo com o ministro, precisa-se derrubar o conteúdo pelo fato de as publicações “mancharem a imagem da candidata perante o público católico e cristão, com o objetivo evidente de interferir no pleito eleitoral”.

*Com informações do Estadão Conteúdo