Mourão pede que relevem fala de Bolsonaro em live do hospital

  • Por Jovem Pan
  • 17/09/2018 15h54
MARCELO CHELLO/CJPRESS/ESTADÃO CONTEÚDO"Vocês têm que relevar um homem que quase morreu há uma semana, fez duas cirurgias. Vamos relevar o que ele disse", afirmou Mourão

O general Hamilton Mourão (PRTB), candidato a vice na chapa de Jair Bolsonaro (PSL), declarou nesta segunda-feira, 17, que é preciso “relevar” as últimas declarações do capitão reformado de que poderia contestar o resultado das eleições se o voto não for impresso.

“Vocês têm que relevar um homem que quase morreu há uma semana, fez duas cirurgias. Vamos relevar o que ele disse”, disse o general a jornalistas, após participar de um evento no Secovi-SP. “Minha posição é o jogo é essa, vamos jogar e vencer no primeiro turno. Quem vencer, venceu. Só tenho pena do Brasil se o PT vencer”, complementou.

O candidato disse ainda que a decisão sobre substituir Bolsonaro nos debates e demais compromissos de campanha cabe o próprio candidato. “O candidato é o Bolsonaro. Sou o apêndice dele. Depende que ele aceite (a substituição nos debates) e os demais candidatos também.”