‘Oportunistas estarão fora de qualquer possível governo’, diz Bolsonaro

  • Por Jovem Pan
  • 26/10/2018 12h54 - Atualizado em 26/10/2018 12h56
Rommel Pinto/Estadão ConteúdoAté o momento, apenas três nomes estão confirmados como ministros caso Bolsonaro seja eleito: Paulo Guedes (Fazenda), general Augusto Heleno (Defesa) e Onyx Lorenzoni (Casa Civil). 

Dois dias antes do segundo turno das Eleições 2018, o líder das pesquisas Jair Bolsonaro (PSL) criticou em sua conta no twitter alguns políticos que, segundo ele, estão se promovendo para um eventual governo.

O presidenciável chamou de oportunistas quem tem se apresentado como seu futuro ministro.  “As eleições só serão definidas no domingo”, disse. “Com intuito de se promover ou nos desgastar, oportunistas se anunciam ministros. Estes, de antemão, já podem se considerar fora de qualquer possível governo.”

A afirmação acontece após os deputados Alberto Fraga (DEM-DF) e Pauderney Avelino (DEM-AM) darem entrevistas afirmando que poderiam integrar a equipe ministerial caso Bolsonaro seja eleito.

Ambos pertencem ao bloco de deputados chamado de “Bancada da Bala”, mas não estarão na Câmara no próximo mandato. Nesse pleito, Fraga foi candidato ao governo do Distrito Federal, mas ficou em sexto lugar, com apenas 5,88% dos votos.  Avelino, por sua vez, tentou a reeleição como deputado do Amazonas, mas não alcançou os votos necessários.

Até o momento, apenas três nomes estão confirmados como ministros caso Bolsonaro seja eleito: Paulo Guedes (Fazenda), general Augusto Heleno (Defesa) e Onyx Lorenzoni (Casa Civil).