Presidenciáveis cancelam agenda de campanha em solidariedade a Bolsonaro

  • Por Jovem Pan
  • 07/09/2018 10h47 - Atualizado em 07/09/2018 10h51
Agencia BrasilO candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) foi esfaqueado na barriga nesta quinta-feira (6)

Os candidatos à presidência da República Marina Silva (Rede), Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckmin (PSDB), João Amoêdo (Novo) e Guilherme Boulos (PSOL) cancelaram suas agendas de campanha nesta sexta-feira (7), em solidaridade ao presidenciável do PSL, Jair Bolsonaro. Ele foi atacado nesta quinta em evento de campanha em Juiz de Fora (MG).

A assessoria de Marina Silva divulgou que “devido às circunstâncias excepcionais, Marina Silva não terá agenda nesta sexta-feira (07), até segunda ordem”.

Ciro Gomes, por sua vez, cancelou as atividades de rua desta manhã em São Luís (MA). Ele disse que “segue companhando as notícias sobre o estado de saúde do deputado Jair Bolsonaro”.

“Em respeito ao deputado Jair Bolsonaro, que se recupera do atentado sofrido nesta quinta-feira (6), a campanha de Geraldo Alckmin suspendeu suas atividades nesta sexta-feira (7), adiando os compromissos previamente agendados”, informou a assessoria de Geraldo Alckmin.

João Amoêdo informou no Twitter que não cumpriria as caminhadas e carreatas previstas para esta sexta.

A assessoria de Guilherme Boulos também informou na noite desta quinta-feira que a agenda do candidato prevista para esta sexta-feira foi suspensa.