TSE divulga tempo de TV dos candidatos; Alckmin detém a maior fatia de inserções

Por outro lado, o menor tempo de propaganda eleitoral gratuita é de João Goulart Filho, do PPL

  • Por Jovem Pan
  • 23/08/2018 15h16 - Atualizado em 23/08/2018 15h19
José Cruz/Agencia BrasilO ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin, é quem detém a maior fatia do tempo de inserções: 5 minutos e 32 segundos em cada bloco de propaganda

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou nesta quinta-feira, 23, o tempo previsto que cada um dos treze candidato à Presidência da República terá durante o horário eleitoral. A Corte também informou quantas inserções, ou seja, quantas peças de propaganda, serão veiculadas para cada presidenciável.

O horário eleitoral está previsto para começar no dia 31 de agosto e ocorrerá sempre às terças, quintas e sábados, em dois blocos, sendo um à tarde e outro à noite.

O candidato do PSDB, o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin, é quem detém a maior fatia do tempo de inserções: o tucano deverá ter 5 minutos e 32 segundos em cada bloco de propaganda, além de 434 inserções, que serão transmitidas na programação de rádio e televisão ao longo do primeiro turno.

A candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva possui a segunda maior fatia: serão dois blocos diários de 2 minutos e 23 segundos casa, além de 188 inserções, mais uma inserção extra de 30 segundos.

Já o deputado federal Jair Bolsonaro, candidato pelo PSL, terá oito segundos em cada bloco de propaganda e 11 inserções ao longo do primeiro turno da campanha eleitoral.

O menor tempo é o do presidenciável João Goulart Filho (PPL), que terá apenas 5 segundos em cada bloco de propaganda.

Os tempos e o número de inserções ainda podem ser contestados pelos partidos e, portanto, poderão ser alterados. O TSE deve fazer o julgamento definitivo na próxima terça-feira.

Confira, abaixo, a relação da fatia de cada candidato, em ordem alfabética, conforme divulgado pela Corte nesta quinta:

Alvaro Dias (Podemos) – 2 blocos diários de 40 segundos cada + 52 inserções ao longo do primeiro turno + 1 inserção extra de 30 segundos definida por sorteio;

Cabo Daciolo (Patriota) – 2 blocos diários de 8 segundos cada + 11 inserções;

Ciro Gomes (PDT) – 2 blocos diários de 38 segundos cada + 50 inserções ao longo do primeiro turno + 1 inserção extra de 30 segundos definida por sorteio;

Geraldo Alckmin (PSDB) – 2 blocos diários de 5 minutos e 32 segundos cada + 434 inserções;

Guilherme Boulos (PSOL) – 2 blocos diários de 13 segundos cada + 17 inserções ao longo do primeiro turno;

Henrique Meirelles (MDB) – 2 blocos diários de 1 minuto e 55 segundos cada + 151 inserções ao longo do primeiro turno;

Jair Bolsonaro (PSL) – 2 blocos diários de 8 segundos cada + 11 inserções ao longo do primeiro turno

João Amoêdo (Novo) – 2 blocos diários de 5 segundos cada + 7 inserções ao longo do primeiro turno + 1 inserção extra de 30 segundos definida por sorteio

João Goulart Filho (PPL) – 2 blocos diários de 5 segundos cada + 7 inserções;

José Maria Eymael (Democracia Cristã) – 2 blocos diários de 8 segundos cada + 11 inserções ao longo do primeiro turno + 1 inserção extra de 30 segundos definida por sorteio;

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) – 2 blocos diários de 2 minutos e 23 segundos cada + 188 inserções ao longo do primeiro turno + 1 inserção extra de 30 segundos definida por sorteio;

Marina Silva (Rede) – 2 blocos diários de 21 segundos cada + 28 inserções ao longo do primeiro turno + 1 inserção extra de 30 segundos definida por sorteio;

Vera Lúcia Pereira da Silva Salgado (PSTU) – 2 blocos diários de 5 segundos cada + 7 inserções ao longo do primeiro turno.

Com informações do Estadão Conteúdo