Vídeo de urna completando número de Haddad é falso, esclarece TRE

  • Por Jovem Pan
  • 07/10/2018 15h22 - Atualizado em 07/10/2018 15h31
Montagem sobre fotos/ReproduçãoO vídeo de urna "auto completando" voto para Fernando Haddad é falso, segundo o TRE-MG

O Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) divulgou nota oficial para negar a veracidade de um vídeo publicado pelo deputado estadual e candidato ao Senado pelo Rio de Janeiro Flavio Bolsonaro. As imagens publicadas pelo filho de Jair Bolsonaro mostram um eleitor apertando a tecla “1” e a urna supostamente “auto completando” o voto para o “13” de Fernando Haddad.

Segundo o TRE-MG, o vídeo é falso. A entidade afirmou que houve montagem no arquivo divulgado nas redes sociais.

“A Justiça Eleitoral esclarece que um vídeo que circula na internet no qual a urna, supostamente, ‘auto completa’ o voto para presidente é falso. Os vídeos não mostram o teclado da urna, onde uma pessoa digita o restante do voto. Não existe a possibilidade de a urna auto completar o voto do eleitor, e isso pode ser comprovado pela auditoria de votação paralela”, diz o comunicado.

O TRE inclusive publicou no Youtube um vídeo explicando como foi feita a montagem. A narração é feita por um técnico de edição. Assista aqui.

Por meio de sua página no Twitter, Flavio Bolsonaro agradeceu o “retorno de sua denúncia” , mas afirmou que a explicação sobre a veracidade do vídeo “não é clara”. O deputado ainda disse que “se houvesse o voto impresso, nada disso estaria acontecendo”.