3ª edição da Mostra Diversa começa nesta sexta-feira em São Paulo

  • Por Jovem Pan
  • 24/10/2019 20h00
CARLA CARNIEL/ ESTADÃO CONTEÚDOEvento acontece no Museu da Diversidade Sexual

O Museu de Diversidade Sexual de São Paulo realiza a partir desta sexta-feira (25) a terceira edição da Mostra Diversa, evento que reúne trabalhos de 19 artistas selecionados através de chamada pública.

Entre os projetos escolhidos estão obras que questionam padrões de feminilidade, criticam a “masculinidade tóxica do clichê do homem nordestino”, retratam as diversas faces do processo de transexualidade, abordam questões como afetos, discriminação e a subjetividade de sexualidades não normativas em contextos periféricos.

“Tentamos sempre contemplar todas as questões que compõem o complexo universo LGBTI+. Olhamos para trabalhos que sejam representativos, que tenham força e diferentes origens geográficas e sócio-culturais. Priorizamos obras de artistas que geralmente não têm espaço para expor”, explica Franco Reinaudo, diretor do Museu da Diversidade Sexual.

Segundo a curadoria da mostra, as obras selecionadas na edição deste ano refletem um esforço de resistência, empoderamento e de luta por visibilidade. Com diferentes técnicas, que incluem fotografia, pintura, quadrinhos, intervenções, bordados, colagem, instalação e desenho, os trabalhos expõem questões próprias de sexualidades dissidentes.

Serviço

Abertura da Mostra Diversa (3ª edição)
Data: de 25 de outubro a 11 de janeiro
Horário: 17h
Local: Museu da Diversidade Sexual (Estação República do Metrô – Piso Mezanino, loja 518. Entrada sugerida: Rua do Arouche, 24, República – São Paulo)
Visitação: de terça a domingo, das 10h às 18h. Até dia 11 de janeiro.
Entrada gratuita