Ameaçada de boicote por gays, Patrícia Abravanel perde para Xuxa no Ibope

  • Por Estadão Conteúdo
  • 11/05/2016 10h39
Patrícia Abravanel

A polêmica declaração homofóbica de Patrícia Abravanel no “Programa Silvio Santos” no último domingo (8), no SBT, ainda deve render mais frutos negativos. A apresentadora, que declarou: “Eu não sou contra o homossexualismo [sic], eu sou contra falar que é normal”, foi duramente criticada nas redes sociais após a viralização de seu discurso e vários membros da comunidade LGBT organizaram-se para uma espécie de boicote ao programa “Máquina da Fama”, apresentado por ela.

A atração consiste em uma competição entre variados covers musicais vai ao ar nas noites de segunda-feira e tem registrado vitórias consecutivas contra o “Xuxa Meneghel”, da Record. No entanto, o resultado obtido nessa semana foi abaixo do esperado.

Não se pode afirmar que a rara derrota está diretamente ligada à ameaça de boicote anunciada pela comunidade LGBT, que se irritou com as declarações de Patrícia. Mas o “Máquina da Fama” registrou 5,4 pontos na Grande São Paulo (cada ponto equivale a 69,4 mil domicílios), contra os 6,5 pontos de Xuxa Meneghel.

Patrícia chegou a emitir um pedido de desculpas em suas redes sociais. Além de ser duramente criticada por anônimos, alguns artistas também se posicionaram contra ela, como a atriz Luana Piovani e até seu sobrinho, Tiago Abravanel.