Astro de “Glee” se declara culpado em investigação de pornografia infantil

  • Por Jovem Pan
  • 04/10/2017 16h23 - Atualizado em 04/10/2017 16h29
Reprodução/InstagramMark Salling em reprodução de cena de "Glee"

Mark Salling, conhecido por ter feito parte do elenco do seriado adolescente Glee, declarou-se culpado das acusações que enfrenta desde o ano passado envolvendo pornografia infantil. Ele foi preso em 2016 depois que a polícia encontrou 50 mil imagens sexuais de crianças em seu computador. Na ocasião, pagou fiança e passou a aguardar o julgamento em liberdade. As informações foram divulgadas pelo TMZ nesta quarta-feira (4).

De acordo com a publicação, o ator concordou em restituir as vítimas dando US$ 50 mil à família de cada uma das crianças que aparecem nas fotos. Inicialmente, ele recebeu a pena de 20 anos de prisão, mas, com a alegação de culpa, os promotores a diminuíram para algo entre 4 e 7 anos em regime fechado nos Estados Unidos. A decisão final deve sair em breve.

Anos atrás, Salling também enfrentou uma acusação de abuso sexual de uma ex-namorada que disse ter sido forçada a manter relações sexuais sem preservativos com ele. O caso foi encerrado com uma indenização de US$ 2,7 milhões.