Autora de JK, Maria Adelaide Amaral rasga elogios a Wilker: “artista completo”

  • Por Jovem Pan
  • 05/04/2014 13h06
Maria Adelaide AmaralAutora de JK

A escritora Maria Adelaide Amaral assistiu de perto ao trabalho de José Wilker no seriado global JK, de 2006, em que ele interpretou o protagonista Juscelino Kubitschek. Ao comentar a atuação do ator, ela rasgou elogios e disse que não é fácil encontrar por aí artistas tão completos como ele. 

“Ele não era só um grande ator, mas também um grande diretor de teatro. Ele dirigiu Querida Mamãe, peça minha de 1994 que ganhou muitos prêmios. Era de extremo bom gosto. O Zé era generalista, ele entendia de tudo! Lia muito sobre cinema, literatura, teatro. Um artista completo e um grande amigo. Sinto muito, estou arrasada, não sei nem o que dizer”, disse. 

“Ele fez um JK maravilhoso, com toda a dramaticidade que o papel exigia. A família do ex-presidente me falava que sempre ficava emocionada. A filha dele dizia que ‘via o papai’ todas as noites quando ligava a TV. Ele tentou não imitar o Juscelino, mas reproduzir sua essência. E conseguiu”, completou.

José Wilker morreu na manhã deste sábado (5), aos 66 anos, no Rio de Janeiro. As informações são da emissora Globo News, que afirmou que ele sofreu um infarto fulminante em sua casa.