Bryan Singer explica confusão com garras de Wolverine em novo X-Men

  • Por Jovem Pan
  • 30/01/2014 12h11

Wolverine (Hugh Jackman)

Divulgação/Empire Wolverine na Empire

Após a divulgação das imagens dos personagens de X-Men – Dias de um Futuro Esquecido, nas capas variantes da revista Empire, alguns fãs observaram um possível erro de continuidade entre o longa e Wolverine Imortal. Para acalmar os boatos, o diretor Bryan Singer fez questão e explicar a polêmica.

O próximo parágrafo contém spoilers, continue por sua conta e risco.

Ao fim do filme solo do mutante canadense, o personagem de Hugh Jackman volta a ter garras de ossos, após a sua batalha contra o Samurai de Prata. Porém na imagem do Wolverine do futuro, no novo episódio da franquia X, Logan aparece com suas clássicas garras de adamantium.

Segundo Singer, Magneto foi o responsável por devolver o metal aos ossos do mutante mais conhecido do universo Marvel. “O Mestre do Magnetismo poderia, talvez, reconstituir as garras de adamantium… Ele (Wolverine) tem uma relação diferente com Magneto, e talvez ele pudesse forjá-las”, contou à publicação.

O diretor do novo episódio da franquia mutante enfatizou que as garras de adamantium são importantes para que Wolverine enfrente os Sentinelas, robôs criados por Bolivar Trask e principais antagonistas da produção.

Em Dias de um Futuro Esquecido, Wolverine terá a missão de retornar ao passado para poder salvar o futuro dos mutantes, que foram devastados pelos Sentinelas, robôs criados para proteger os humanos das ameaças do homo superior. A trama ligará a primeira trilogia dos X-Men com os personagens apresentado em Primeira Classe, com os jovens Xavier e Magneto.

O longa chega aos cinemas em 23 de maio.