Começam as vendas para o Carnaval 2016! Com ou sem crise, a festa está de pé

  • Por Jovem Pan
  • 02/10/2015 17h21
A Vai-Vai

Nesta quinta-feira (1), começaram as vendas online para os desfiles das escolas de samba de São Paulo do Carnaval 2016 e, para a felicidade dos fãs desta grande festa anual, as entradas não sofrem reajustes com a alta de dólar.

Paulo Sérgio Ferreira, presidente da Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo, afirma ainda que, com planejamento, grande parte do público folião deve conseguir comprar as entradas. “Eu acho que facilita muito aí para o público se planejar em um ano que está difícil para todo mundo. Eu acredito que agora o pessoal aí pode adquirir pelas várias facilidades”, diz.

Nas noites do grupo especial, os valores variam entre R$ 90 e R$ 190 para as arquibancadas e R$ 370 e R$ 2.420 para cadeiras e mesas de pista. Para quem quiser, também há a possibilidade de parcelamento em duas vezes sem juros pelo site www.ligasp.com.br, ou ainda adquirir os ingressos por boleto.

A “facilidade” faz diferença até para as próprias escolas, que passam por dificuldades para a organização dos desfiles. “No ano passado a gente produziu o desfila com o dólar a 2,80 e asse ano a gente está batendo 4,20. Aí a gente tem 70% ou 80% de reajuste só do dólar. Nós estamos falando de um custo maior para as escolas”, destaca.

Eu acho que a crise chegou para todos, para nós também. Principalmente para a gente que trabalha com público, A, B, C, D e E, porque é uma realidade só”, comenta Solange Bichara, presidente da  Mocidade Alegre. “Quem gosta vai estar, vai dar um jeitinho. E essa antecipação permite que o público se programa. A Liga deu um super salto da antecipação e de manter o preço”.

Na agenda da Sapucaí paulistana, desfilam na primeira noite (5 de fevereiro) a Pérola Negra, a Unidos de Vila Maria, a Águia de Ouro, a Nenê de Vila Matilde, a Gaviões da Fiel e a Acadêmicos de Tatuapé. Já no dia 6, a avenida prestigiará a Unidos do Peruche, Império de Casa Verde, Acadêmicos do Tucuruvi, Mocidade Alegre, Vai-Vai, Dragões da Real e a X-9 Paulistana.

A presidente da Rosas de Ouro, por sua vez, destaca que a crise econômica não irá atrapalhar a beleza dos desfiles: “todo mundo falava de uma crise, mas a crise está instalada. Eu não estou preocupada com essa crise, porque eu já passei por várias crises, mas vai ser um grande espetáculo. Não se iluda com isso”.

No dia 7 de fevereiro, acontecerá o grupo de acesso e, para quem não aguenta esperar mais quatro meses para prestigiar as escolas de samba, os ensaios técnicos já começam no próximo dia 12 de dezembro.