Criolo vê brasileiro engajado, porém ressalta: “povo tem voz, mas algumas pessoas são surdas”

  • Por Giulia Simcsik/Jovem Pan
  • 27/03/2016 16h33
Criolo

Kleber Cavalcante Gomes, o Criolo, é conhecido por suas letras engajadas e francas sobre o dia a dia do cidadão comum. Contando histórias do povo, é natural que a situação turbulenta em que o Brasil se encontra acabe transbordando para a música do rapper. Em entrevista exclusiva à Jovem Pan, ele faz análise lúcida sobre os extremismos e quem está de fato no poder.

A busca por “um país melhor”, de acordo com Criolo, é algo que ele vê a população falando desde que se entende por gente. “Se todo mundo quer, por que não acontece? Porque não é o povo brasileiro que vai lá e assina o documento”, analisa.

O comando do País e de todas as suas instituições, para o rapper, gera a indagação: “quem são as pessoas que estão nas articulações de poder?”. Mas o clima de “mãos atadas” diante desse cenário não pode ser confundido com inércia do brasileiro.

Criolo reforça que “nós temos voz, mas algumas pessoas são surdas”. E, mais do que isso, a esperança não pode morrer. “A gente não pode deixar de acreditar que, em algum momento, os donos do poder vão parar de subestimar o povo brasileiro e, de alguma forma, vão dar suporte para o que importa”, defende.

“Todo brasileiro tem coisas positivas em seu coração, basta acioná-las. O ódio pelo ódio não pode mais acontecer”, declara.

Turnê

O rapper está em turnê pelo Brasil com “Ainda Há Tempo”, seu primeiro disco, lançado há dez anos. Os shows só acontecem agora porque, na época, não sobrava dinheiro. Agora, o momento é de superação.

O disco, sem dúvidas, se confunde com sua vida. “Todo mundo em alguns momentos passa por coisas como essas”, destaca Criolo, após relembrar o apoio emocional e até financeiro que recebeu de muitas pessoas, hoje homenageadas nos shows.

A promessa para quem planeja curtir a apresentação que acontece em São Paulo, na próxima sexta-feira (1º), é de muita emoção. Com músicas escritas há mais de vinte anos, o rapper recebe pai e mãe, outros familiares, amigos e até vizinhos para assistir ao show de camarote. São aqueles que não apenas acompanharam sua carreira desde o início, como também estão presentes em muitas das composições.

Serviço:

Turnê “Ainda Há Tempo” – Criolo
Audio Club – São Paulo
Sexta-feira, 1º de abril de 2016
Às 22h
Informações e ingressos no site da Audio Club