Deboísmo já! Confira 7 famosos que deveriam converter-se para ficar “de boa”

  • Por Amanda Garcia/Jovem Pan
  • 02/09/2015 22h33

FelicianoDeboísmo capa

Sabe aquele seu amigo chato, cheio de opiniões sobre tudo, que descobriu no Facebook o lugar ideal para reclamar, comprar briga, puxar aquele assunto polêmico? Talvez seja a hora dele converter-se ao Deboísmo, a nova mania da rede social.

A tal filosofia de vida – mostrada habilmente por memes de um bicho preguiça tranquilão na comunidade que já tem mais de 200 mil adeptos – prega, como o nome diz, uma abordagem mais “de boa” para os acontecimentos corriqueiros.

A Jovem Pan Online, que não é exatamente adepta da onda deboística digamos assim, mas entende o seu valor, aproveitou o embalo para separar famosos que definitivamente poderiam se beneficiar com a “conversão”, para deixar de lado as tretas, discussões e controvérsias.

Confira abaixo:

1. Cristiano Oliveira, do Masterchef
Ah, Cristiano… se o Deboísmo tivesse aparecido antes na sua vida! O participante do reality culinário levou a fama de “briguento” nesta segunda temporada. E não à toa. O baiano de sangue quente acabou atrapalhado em sua trajetória por rixas com os companheiros, colecionando inimigos como Iranete, Izabel e Fernando.

2. Luana Piovani
Taí alguém que é quase um ímã para polêmicas. A atriz não passa apuro: recebeu xingamento nas redes sociais? Responde na lata, sempre com vocabulário, hum, colorido de palavrões e impropérios. Já pensou se fosse deboísta? Sublimaria tudo e ficaria tranquilona (mas ok, a gente até sentiria falta dos barracos).

3. Luis Fabiano
O total descontrole do atacante do São Paulo já lhe rendeu diversas expulsões – inclusive deixando o clube na mão em momentos importantes. Conhece a expressão “chegar na briga já na voadora”? O Fabuloso conhece… Talvez a solução para o destempero seja justamente a paz no coração proposta pelo Deboísmo.

4. Deputado Marco Feliciano
Vira e mexe o deputado e pastor Feliciano aparece no noticiário, adivinhem, por suas declarações polêmicas. Uma de suas maiores bandeiras, por exemplo, é crer na “cura gay”. Pois é. Olha, sem julgamento de valor, mas o caminho do Deboísmo pode ajudar o político a dar aquela segurada na empolgação.

5. Donald Trump
O apresentador de TV e empresário bilionário quer porque quer ser o próximo presidente dos Estados Unidos. Agora pré-candidato pelo partido republicano, ele já conseguiu se indispor com os imigrantes mexicanos (chegou a defender, inclusive, a construção de um muro na fronteira), jornalistas e mulheres. Já passou da hora de ele encontrar o seu espaço de boa e parar de falar bobagem por aí.

6. Ariana Grande
A vida era para estar “de boa” naturalmente para a popstar. Aos 22 anos, dona de voz poderosa, lotando shows… mas não. Ariana, que já tem fama de diva, resolveu lamber donuts em uma loja nos EUA e, não satisfeita, criticou o país. Obviamente, tudo flagrado em vídeo. Pra fase ser ainda melhor: seu show no Brasil será no dia da prova do ENEM. Só o Deboísmo salva, Ariana, só o Deboísmo salva.

7. Fãs do One Direction
Talvez o caso mais flagrante de falta de Deboísmo na vida das pessoas. Tem grupo mais surtado que as fãs enlouquecidas da boyband? Parecia que tinha morrido alguém quando Zayn Malik deixou o grupo. Experimente falar mal de algum deles ou criticar as letras. Melhor, não experimente, as consequências são implacáveis. Deboísmo já!