Dois Diretores relembram como Juca Chaves driblou a censura nos anos 1960

  • Por Jovem Pan
  • 07/08/2014 07h35
O cantor

Tuta e Nilton Travesso relembram um cantor que tocava descalço. Juca Chaves gostava de se apresentar bem à vontade, com sua sátira poética. Em 1961, quando o presidente Jânio Quadros renunciou, Chaves não perdeu a característica sem vergonha e continuou compondo sobre João Goulart, que assumiu a presidência na época.

Os Dois Diretores destacam uma característica especial de Jânio Quadros, que era conhecido por comandar o país por meio de bilhetinhos. Quando era governador e encontrava um carro em cima da calçada, descia do carro, colocava um bilhetinho e mandava guinchar o veículo. Era um misto de governador e diretor de trânsito.

Nesta época a ditadura ainda não havia começado da forma que seria anos mais tarde, mas mesmo assim existia tentativa de censura. Confira as músicas Caixinha Obrigado e Música Lembretes de Juca Chaves, e um trecho de entrevista em que ele conta como driblou a censura imposta por Juscelino Kubitschek.