Dona do maior número de títulos, Vai-Vai é rebaixada no Carnaval de 2019 em São Paulo

  • Por Jovem Pan
  • 05/03/2019 17h37
EDUARDO CARMIM/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDOA escola apresentou as lutas do povo negro com o enredo “Quilombo do Futuro”

Na apuração realizada na tarde desta terça-feira (5), a Mancha Verde foi consagrada campeã do Carnaval de 2019 em São Paulo. Além disso, a leitura das notas surpreendeu os espectadores por outro acontecimento inesperado: a colocação da tradicional Vai-Vai, que ficou na última posição e foi rebaixada para o Grupo de Acesso em 2020.

A escola apresentou as lutas do povo negro com o enredo “Quilombo do Futuro”. A ideia, segundo os responsáveis, foi mostrar que os negros são descendentes de reis, não de escravos. Em uma das alas, a agremiação homenageou Marielle Franco, vereadora assassinada em março do ano passado no Rio de Janeiro. O desfile contou com um mosaico “Marielle presente” e a presença de Luyara Santos e Anielle Franco, filha e irmã de Marielle. Outro destaque foi a bateria, fantasiada de Pantera Negra, herói negro da Marvel.

Com 15 troféus, a escola é a dona do maior número de títulos na história do Carnaval paulista. A última conquista foi em 2015 com o enredo que homenageou Elis Regina. Além dela, o Acadêmicos do Tucuruvi também foi rebaixado para o Grupo de Acesso.

Clima tenso na Bela Vista

Em 2018, o presidente da Vai-Vai Darly Silva, conhecido como Neguitão, enfrentou uma série de protestos da oposição contra sua gestão na região da Bela Vista, onde fica o barracão. Em um evento da agremiação realizado em julho, por exemplo, houve quebra-quebra e pedidos de renúncia por parte de um grupo autointitulado Resistência Vai-Vai.