Fala de José de Abreu no programa do Faustão tem panelaço

  • Por Jovem Pan
  • 25/04/2016 16h04
Brasil, Brasília, DF. 28/09/2011. O ator José de Abreu (e) durante o coquetel de lançamento do livro "Tempos de Planície", de autoria do ex-chefe da Casa Civil, José Dirceu (d), em um restaurante em Brasília (DF). - Crédito:BETO BARATA/ESTADÃO CONTEÚDO/AE/Codigo imagem:105098José de Abreu e José Dirceu

 A noite de domigo (24) contou com panelaço durante a entrevista de José de Abreu no programa do Faustão.

Na sexta-feira, o ator cuspiu em um casal que estava em um restaurante japonês, ao sentir-se ofendido por ter sido chamado de “ladrão” e “bom vivant da Lei Rouanet”.

Abreu, que é petista declarado, falou ao apresentador da Globo: “Foi tão inesperado, tão fora de sentido. Duas pessoas que pensam diferente não podem conviver no mesmo lugar? (…) Uma atitude que é feita em reação a uma agressão violenta não pode ser julgada. A atitude dele foi pensada. Eu não posso me arrepender de um ato feito impensadamente”.

O Faustão afirmou que o programa estava marcado há três meses, não tendo relação com o episódio. No mesmo programa, o ator Ary Fontoura fez um desabafo contrário à Dilma e a favor do impeachment.

Informações: Renata Perobelli