Após post controverso, Lana Del Rey diz que ‘está controlando sua própria história’

  • Por Jovem Pan
  • 23/05/2020 10h54
Austin Hargrave/BillboardLana Del Rey manteve posição após post controverso

Lana Del Rey usou suas redes sociais depois de receber críticas por post controverso, em que a cantora avaliou outras artistas mulheres que, segundo ela, não sofrem com as mesmas críticas que a própria costuma receber.

No texto original, Lana criticou Doja Cat, Ariana Grande, Camila Cabello, Cardi B, Kehlani, Nick Minaj e Beyoncé, que “tiveram suas músicas número 1 falando sobre ser sexy, traição, etc”. Ela ponderou se conseguiria criar canções sem ser “crucificada ou acusada de glamourizar abuso”.

No novo post, ela escreveu: “Apesar de ter recebido retorno positivo de muitas pessoas que mencionei, como Ariana e Doja Cat, quero reforçar que me mantenho firme na minha posição e que falei sobre a importância de advogar por si mesma, por personalidades femininas mais suaves, delicadas e ignoradas, e que deve haver espaço para essas pessoas, que inevitavelmente formaram a terceira onda de feminismo.”

Del Rey continuou citando seu livro, que deve ser lançado em março de 2021, para depois rebater acusaçÕes de que ela teve como alvo cantoras pertencentes a minorias, o que a classificaria como racista.

“Sinto muito que as pessoas, que assumo serem apoiadores de Trump e Pence, ou liberais, que não sabem ler e tornam tudo em uma guerra racial, quando o problema era com críticas mulheres e artistas femininas que são desassociadas de sua fragilidade e apoiam artistas mais abertas sexualmente”, analisou Lana.

Ela disse que tornar a questão em algo racial “diz mais sobre vocês do que sobre mim”: “vocês querem o drama, não querem acreditar que uma mulher pode ser linda, forte e frágil ao mesmo tempo”.

A popstar concluiu dizendo que está “em controle de sua própria narrativa”: “Se as mulheres que mencionei não querem ser associadas a mim, está tudo bem.”