Sandy, Neymar, Tatá Werneck e mais: Famosos fazem homenagens no Dia dos Pais

  • Por Jovem Pan
  • 11/08/2019 12h16
Reprodução/InstagramNeymar posou ao lado do pai e do filho em mensagem de Dia dos Pais

O Dia dos Pais, comemorado neste domingo (11), incentivou diversos famosos a irem às redes sociais para fazer homenagens aos seus pais. Com diversas fotos e histórias, a timeline foi invadida por mensagens de amor aos “heróis”.

Tatá Werneck, Sandy, Michel Teló, Neymar estão entre as celebridades que não deixaram a data passar em branco.

Confira abaixo:

View this post on Instagram

Hoje é dia deles… Do pai maravilhoso, de quem me orgulho todos os dias, o pai que me ensinou tudo, sendo o melhor exemplo de tudo; e do pai que eu escolhi pro meu filho. Aquele que eu admiro mais do que eu imaginei que pudesse admirar um dia, aquele que divide todas as funções comigo, que me respeita e até me ensina, que me estimula a ser melhor, que, junto comigo e também sendo o melhor exemplo, está criando um filho forte, seguro, educado, feliz, empático, sensível… um bom ser-HUMANO, de quem já hoje, aos 5 aninhos, nos orgulhamos muito. Feliz dia, meus amores! Amo MUITO vocês! ❤️ PS: E esse outro pai na primeira foto, meu irmão lindo, também é um pai maravilhoso, que eu sempre soube que seria, e eu admiro cada vez mais… parabéns, @junior_lima! ?

A post shared by Sandy (@sandyoficial) on

View this post on Instagram

Sim.. ele faz essa carinha quando está com eles.. e eu sempre fico encantada e ainda mais apaixonada de ver.. ele é o herói deles! O cara mais legal, genial e divertido do mundo! O q consegue fazer tudo! Eles admiram, idolatram ele! São muito apaixonados por esse pai que se desdobra pra ser o mais presente e participativo que consegue ser.. e ele consegue viu? Não existe barreira, distância, cansaço.. ele sempre da um jeito.. e eles ficam enlouquecidos a cada vez q acordam e ele está de volta! Que orgulho de vc.. como eu te admiro! Parabéns pelo pai incrível q vc é! Desde o dia q descobrimos a Melinda vc se transformou.. e de lá pra cá.. quanto aprendizado! Vc é um pai incrível! Que sorte a deles.. q sorte a minha.. a gente te ama infinito! ??????❤️??‍♂️

A post shared by Thais Fersoza (@tatafersoza) on

View this post on Instagram

“Feliz Dia dos Pais para o melhor pai do mundo, que é o meu. Muito amor!” @naragil ⠀ “Um ser do mundo, grande artista e pessoa, que tenho tanto orgulho e respeito. Amo demais” Marília Gil ⠀ “Obrigada por me dar a vida, amor e bronca. Sou muito grata por fazer parte dessa família. Você sempre será meu herói” @pretagil ⠀ “Te amo pai. Vida longa!” @mariagil76 ⠀ “Feliz dia dos pais! Muitos anos de dia!” @bemgil ⠀ “Eu já nasci conhecendo a minha alma gêmea e lhe agradeço por me ajudar a construir quem eu sou. Eu não seria eu se não fosse você” @belagil ⠀ “Eu te amo, pai. Obrigado por ser minha inspiração, por contribuir com o mundo da arte e eu fazer parte disso” @josegilm ⠀ ? Léo Aversa ⠀ #DiaDosPais #EquipeGil

A post shared by Gilberto Gil (@gilbertogil) on

View this post on Instagram

Cresci seguro de que nunca teria filhos. Para mim, sair da infância foi uma libertação. Crianças não me diziam nada: as pessoas começam a se tornar interessantes à medida que crescem e, passando a decidir a hora de ir deitar e o que comer, se tornam mais inteligentes. Era o que eu pensava e sentia. Até que, beirando os 30 anos – e na ressaca de 2 meses de encarceramento, mais 4 de confinamento e 2 anos de exílio –, senti desejo de ter filho. Era um sentimento surpreendente para mim. E todo um mundo de curiosidade se abria. Meu desprezo pela infância e pela paternidade não veio de uma experiência particularmente má: meus pais eram pessoas boníssimas e coerentes, pacíficas e honestas; nossa família vivia em permanente paz e sem tédio. Conversas, carinhos, sambas-de-roda, rádio, araçazeiros para escalar, casa cheia de amigos. Era a situação de criança em si que me pareceu desgostosa. E eu julgava ver em todos a prova disso: quem tinha 10 anos desprezava quem tinha 3 ou 4 e invejava quem tinha 12 ou 15. Como pai – e pelo meu histórico familiar –, não posso nem de longe me comparar com Seo #ZezinhoVeloso ou #DonaCanô. Mas me orgulho de Moreno ter da infância uma ideia positiva, em tudo oposta à minha. 20 anos depois do nascimento de @morenoveloso, veio @zecalveloso. Como o deslumbramento de ter filhos pode ser algo tão total a cada vez e tão diversificado! 5 anos depois, @tomlveloso. Cada um é um universo de luzes diferentes. O rádio e as rodas-de-samba tiveram papel hereditário. Poder, por isso, ter meus 3 filhos cantando e tocando junto comigo é uma glória pessoal. As conversas científico-filosóficas com Moreno; as buscas intelectuais, estéticas e morais com Zeca; as experiências zen diante do relativo laconismo de Tom; tudo virou outra coisa, talvez ainda melhor, quando, seguindo o conselho de Tom, o mais músico de nós, cantamos "O seu amor", de @gilbertogil, em vozes abertas. Não somos um quarteto vocal de afinação perfeita. Nem críamos que seríamos capazes de arriscar um número como esse sugerido pelo caçula. Mas lá estamos nós, abrindo vozes e eu me sentindo num céu inimaginável. Nunca serei grato o suficiente a meus 3 filhos por isso. ❤️?? #CaetanoVeloso

A post shared by Caetano Veloso (@caetanoveloso) on