Diretor de Hollywood é acusado de assédio por 38 mulheres

  • Por Jovem Pan
  • 22/10/2017 17h12
ReproduçãoO diretor atraia vítimas jovens para assediá-las

Em reportagem publicada no “Los Angeles Times” deste domingo (22), o roteirista e diretor James Toback foi acusado de ter assediado 38 mulheres. A publicação afirma que o cineasta usou o seu status para marcar reuniões com atrizes com intenções sexuais.

O diretor negou as acusações, afirmando que nunca encontrou nenhuma das mulheres que o mencionam e se aconteceu, não passou de 5 minutos. Ele ainda acrescenta que é biologicamente impossível para ele ter tantas relações sexuais, já que sofre com diabetes e problemas no coração.

Os relatos, porém, possuem o mesmo teor. Toback atraia as jovens que sonhavam em trabalhar em Hollywood e então começava a usar linguagem sexual, fingindo ser um teste. Após isso, começava a se masturbar na frente delas.

“O jeito como ele se apresentou foi tipo, ‘as coisas funcionam assim’”, comentou a atriz Adrianne LaValley. Ela lembrou que Toback esfregou a genitália em sua perna e acabou ejaculando em suas próprias calças. “Me senti uma prostituta, um grande desapontamento comigo mesma, meus pauis e amigos. Eu merecia não falar para ninguém”, completou.

As acusações vieram à tona após todo o escândalo envolvendo o todo poderoso Harvey Weinstein. O produtor é acusado por diversas atrizes famosas de assédio, abuso sexual e até estupro.