Eduardo Costa diz que ‘pretende melhorar’ após chamar Fernanda Lima de ‘imbecil’ por fala feminista

  • Por Jovem Pan
  • 09/11/2018 15h34 - Atualizado em 09/11/2018 17h28
Montagem/Reprodução/InstagramDiscurso da apresentadora contra estereótipos gerou revolta no sertanejo

Depois de chamar a apresentadora Fernanda Lima de “imbecil” por discurso feminista feito contra estereótipos, o cantor Eduardo Costa afirmou na quinta-feira (8) que “paga” por falar o que pensa. Em transmissão via rede social, o sertanejo disse que não é “hipócrita” e pretende “melhorar um pouco mais. Fernanda bloqueou comentários no Instagram após receber ofensas.

“Eu sou um cara visceral, falo o que eu penso e, muitas vezes, pago um preço alto por isso”, declarou o cantor. “Não sou um cara hipócrita. São coisas que saem. Eu tento corrigir, mas sai. Eu pretendo melhorar um pouco mais, ser menos assim. Eu sou um cara extremamente temente a Deus. Me preocupo muito com o que Deus pensa sobre mim”, completou, sem se desculpar.

Na terça-feira (6), a TV Globo exibiu programa em que a apresentadora dizia que “chamam de louca a mulher que desafia as regras e não se conforma”. “Chamam de louca a mulher que resiste e não desiste. Chamam de louca a mulher que diz sim e que diz não. Vamos sabotar as engrenagens desse sistema homofóbico, racista, patriarcal, machista e misógino.”

Com a viralização do vídeo nas redes, Costa decidiu se posicionar momentos depois. “Mais de 60 milhões de brasileiros e brasileiras votaram em Jair Bolsonaro e, agora, vem essa imbecil com esse discurso esquerdista”, disse o artista em parte de sua mensagem na rede social.” Nenhum trecho do texto de Fernanda Lima citava o presidente eleito pelo PSL ou qualquer outro político.

“A mamata vai acabar, a corda sempre arrebenta para o lado mais fraco e o lado mais fraco, hoje, é o que ela está. Será que a senhora só faz programa para bandido, para maconheiro, para esquerdista derrotado? Bolsonaro não está sozinho. O Brasil vai sabotar é a senhora, se Deus quiser. Sérgio Moro [futuro ministro da Justiça] vai começar a ajudar a sabotar”, escreveu o cantor.

A apresentadora evitou a polêmica e ainda justificou que a gravação do discurso havia acontecido em julho, antes das eleições. O ator Rodrigo Hilbert, marido de Fernanda Lima, saiu em defesa da esposa também no Instagram. “O amor que tenho por você é maior do que todo o ódio do mundo.” Em agosto, Eduardo Costa havia dito que “faz o que quer” com sua companheira.

Atualizado às 17h29