Glória Perez relembra aniversário de 25 anos da morte de Daniella Perez

  • Por Jovem Pan
  • 28/12/2017 11h45
Reprodução/InstagramA atriz foi brutalmente assassinada por Guilherme de Pádua em 1992

Glória Perez relembrou de sua filha Daniella Perez nesta quinta-feira (28), dia em que se completam 25 anos do assassinato da atriz por Guilherme de Pádua. A autora compartilhou uma montagem com imagens da filha em diversas fases da vida, além de dizer que “filho não se conjuga no passado”.

“25 anos é menos que 25 dias, que 25 horas, que 25 segundos. Filho não se conjuga no passado!”, escreveu a novelista, que foi responsável pelo sucesso “A Força do Querer”.

No dia 28 de dezembro de 1992, Daniella foi brutalmente assassinada por Guilherme de Pádua, com quem atuava na novela “De Corpo e Alma”. Ele e a esposa Paula Nogueira Thomaz apunhalaram a atriz por 18 vezes com uma tesoura.

Pádua e sua ex-esposa pegaram 19 anos e seis meses de prisão, mas que acabou sendo reduzida para seis anos em regime de liberdade condicional. O ex-ator se casou recentemente e se tornou pastor de uma igreja evangélica.

Glória ainda fez um texto enorme para falar sobre as leis penais, que segundo ela eram ainda mais frágeis na época em que sua filha foi morta. “Em 1992, as leis penais eram ainda mais frouxas. Matar não dava cadeia: assassinos tinham direito de esperar, em liberdade, por um julgamento que podia ser adiado indefinidamente — bastava ter advogados que soubessem explorar as brechas da lei e utilizar o número infinito de recursos disponíveis para atrasar o andamento dos processos”, disse.

Confira o relato na íntegra:

25 anos é menos que 25 dias, que 25 horas, que 25 segundos. Filho não se conjuga no passado!A EMENDA POPULAREm 1992,…

Publicado por Gloria F Perez em Quarta-feira, 27 de dezembro de 2017