Homem que acusava Kevin Spacey de assédio sexual morre antes de julgamento

  • Por Jovem Pan
  • 18/09/2019 16h09
EFE/EPA/FLAVIO LO SCALZOAtor ainda enfrenta pelo menos outras cinco acusações de assédio sexual

As polêmicas em torno de Kevin Spacey não têm fim. Um dos homens que acusava o ator morreu antes de ter seu caso julgado, informou o The Hollywood Reporter nesta quarta-feira (18).

O homem, que trabalhava como massagista, não teve sua identidade revelada já que tinha ganhado na Justiça americana o direito de permanecer anônimo durante o processo movido contra Spacey.

No mês passado, um acordo foi fechado para que o julgamento durasse de sete a onze dias, mas agora o advogado afirmou que seu cliente “morreu recentemente”, sem dar detalhes sobre a causa da morte.

Segundo o THR, em 2018 o massagista alegou que Kevin Spacey o forçou a tocar em suas partes íntimas em duas ocasiões durante uma sessão de massagem. O caso teria acontecido em 2016, na residência do ator, em Malibu (EUA).

Kevin Spacey, que recentemente foi visto tocando “La Bamba” na Espanha, ainda enfrenta pelo menos outras cinco acusações de assédio sexual – todas movidas por homens em casos que teriam acontecido entre os anos de 1996 e 2013.

Em julho, outra vítima retirou a acusação contra o ex-protagonista de “House of Cards”.