Kanye West come frango assado com Donald Trump no Salão Oval e discute reformas prisionais

  • Por Jovem Pan
  • 11/10/2018 16h45 - Atualizado em 11/10/2018 17h15
Reprodução Fox NewsTrump disse que o rapper é um "cara fantástico e diferente".

O rapper americano Kanye West, se encontrou nesta quinta-feira, 11, com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Os dois, junto com o ex-jogador da NFL e ator Jim Brown, a filha de Trump, Ivanka, e seu marido, Jared Kushner, almoçaram frango assado e aproveitaram para discutir temas como: a violência, reforma prisional e saúde mental.

O músico vem sendo criticado em suas redes sociais nas últimas semanas pelo apoio massivo ao presidente. No encontro, Kanye, que estava com um boné vermelho escrito o slogan de Trump, “Make America Great Again” (Faça a América grande de novo), rasgou elogios ao chefe de estado e disse que “Trump está em sua jornada de herói agora”, para as pessoas pararem “de se preocupar com o futuro”. O rapper ainda disse que quando está com o boné, ele se sente um “super-herói”.

Trump também elogiou Kanye dizendo que ele é “um cara diferente” e que “tem sido um cara fantástico”. “”Você sabe, ele ama o que estamos fazendo por empregos afro-americanos, por tantas coisas diferentes. Nível de pobreza na melhor taxa. E Kanye é um cara inteligente. Ele vê isso”, disse o presidente. Ambos ainda afirmaram que podem trabalhar juntos em uma campanha presidencial mais para frente, mas Kanye foi enfático ao dizer “Só depois de 2024”.

Este foi o segundo encontro entre os dois. O primeiro aconteceu após as eleições, em dezembro de 2016, quando Kanye West o visitou na Trump Tower. Os dois discutiram questões multiculturais, educação e violência em Chicago na época.

Kim Kardashian, esposa de Kanye, também já visitou a Casa Branca em maio deste ano para pedir liberdade para Alice Marie Johnson, uma mulher que cumpria sentença de prisão perpétua por acusações de drogas não violentas.