Jamaicana é eleita Miss Mundo em ano que concursos exaltaram beleza negra

  • Por Jovem Pan
  • 15/12/2019 15h07
EFE/FACUNDO ARRIZABALAGAToni-Ann Singh, de 23 anos, celebrou vitória nas redes sociais

A jamaicana Toni-Ann Singh, de 23 anos, foi eleita Miss Mundo 2019. A cerimônia de coroação aconteceu em Londres, na Inglaterra, na noite deste sábado (14).

O ano de 2019 ficou marcado como o primeiro em que os cinco principais concursos de beleza do mundo escolheram, ao mesmo tempo, representantes negras como misses: Miss USA, Miss Teen USA, Miss América, Miss Universo e, agora, a Miss Mundo.

“Para aquela pequena menina em St. Thomas, Jamaica, e para todas as meninas ao redor do mundo, por favor, acredite em você mesma. Por favor, saiba que você é merecedora e capaz de alcançar seus sonhos. Esta coroa não é minha, mas sua. Você tem um propósito”, celebrou Toni-Ann Singh em suas redes sociais.

Em segundo lugar e terceiro lugar do Miss Mundo ficaram, respectivamente, as candidatas da França e da Índia. Toni-Ann foi coroada pela sua antecessora, Vanessa Ponce de Leon, do México.

A brasileira Elís Miele Coelho, representante do país, ficou no top 5 e foi consagrada com o título das Américas.