O significado por trás da música “Stand By Me”, interpretada por coral no Casamento Real

  • Por Jovem Pan
  • 19/05/2018 10h18
EFEMúsica "Stand By Me" foi destaque no casamento do Príncipe Harry e Meghan Markle

O casamento mais esperado do ano finalmente aconteceu: Príncipe Harry e Meghan Markle são oficialmente marido e mulher. A cerimônia aconteceu neste sábado (19) e reuniu 600 convidados – entre membros da realeza, amigos, familiares e celebridades – na capela de St. George. Um momento que ganhou destaque, no entanto, foi a performance da canção “Stand By Me” por um coral.

O hit de 1961 não foi a única música a ser tocada no casamento, mas provavelmente foi a mais significativa. A história explica: “Stand By Me”, uma música sobre o amor, é popular em casamentos, mas, para muitos, sua letra também traz uma mensagem política potente.

Quando a canção começou a estourar durante o movimento por direitos civis nos EUA, foi usada como um grito de solidariedade e luta pela comunidade negra.

Markle, que tem mãe negra e pai branco, teve sua raça esmiuçada pela mídia e pela própria família real durante todo o período pré-casamento. Sua inclusão à realeza é considerada como um marco bem significativo de transição. O coral, composto predominantemente por pessoas negras, parece ganhar ainda mais simbolismo tendo isso em vista.

Originalmente interpretada por Ben E. King, ela foi interpretada por mais de 400 artistas em duas versões, desde Otis Reading, passando por John Lennon até Tracy Chapman. De acordo com o BMI, ela foi a música mais gravada do século XX.

Em 2015, apenas um mês após a morte de King, “Stand By Me” foi tida como sendo “significativa culturalmente, historicamente e esteticamente” para ser introduzida aos arquivos do Congresso Nacional. “Eu acho que esse é um dos melhores momentos da minha vida”, disse King à CBS na época.

Assista: