Ozzy Osbourne tem gene mutante com maior resistência ao álcool e drogas, diz pesquisa

  • Por Jovem Pan
  • 12/08/2019 09h22
Reprodução/Instagram Ícone do rock forneceu amostra de DNA para empresa

Apesar de muitos fãs já suspeitarem, uma pesquisa comprovou: Ozzy Osbourne só não morreu devido ao abuso de álcool e drogas por ser mutante.

Quem afirma isso é o biólogo Bill Sullivan, responsável pelo estudo transformado em livro “Please to Meet Me: Genes, Germs and the Curious Forces that Make Us Who We Are” (“Prazer em Me Conhecer: Genes, Germes e As Forças Curiosas Que Nos Fazem Ser Quem Somos”, em tradução livre).

Uma cópia da pesquisa foi obtida pelo jornal New York Post, tornando pública a alteração genética que permite Ozzy ser mais tolerante às drogas e ao álcool que os demais meros mortais.

“Ozzy é realmente um mutante genético, o que seus fãs provavelmente já sabiam”, afirma Sullivan em seu estudo.

O próprio Ozzy Osbourne disponibilizou amostras de seu DNA para Knome Inc, empresa que trabalha na decodificação do genoma humana. A partir de testes, foi constatada a mutação.

“Eu sempre disse que no fim do mundo só restarão as baratas, Ozzy e Keith Richards”, declarou Sharon Osbourne ao Daily Mail, ao saber a conclusão da pesquisa.