Por linha de roupas infantis sem gênero, Céline Dion é chamada de ‘demoníaca’ por padre exorcista

  • Por Jovem Pan
  • 30/11/2018 15h32
Reprodução/ TwitterO padre chegou a dizer que o próprio demônio estaria indo atrás das crianças para confundir o gênero

Em parceria com marca NUNUNU, a cantora Céline Dion quebrou rótulos ao lançar uma linha de roupas infantis sem gênero, a CELINUNU. O padre exorcista norte-americano, John Esseff, porém, não gostou nem um pouco da novidade e acusou a atitude da artista de ser “demoníaca”.

Em entrevista divulgada pela National Catholic Register, o exorcista da Transilvânia discordou totalmente da existência de roupas iguais para meninos e meninas. “Estou convencido de que a maneira como essa coisa de gênero se espalhou é demoníaca”, opinou. “Eu nem sei quantos gêneros supostamente existem agora, mas existem apenas dois que Deus criou”, declarou.

O padre chegou a dizer que o próprio demônio estaria indo atrás das crianças para confundir o gênero. “Quando uma criança nasce, quais são as primeiras coisas que dizemos sobre essa criança?”, questionou. “É um menino ou é uma menina. Essa é a coisa mais natural do mundo para dizer. Mas dizer que não há diferença é satânico”, completou.

No vídeo promocional da CELINUNU, Céline brinca com a ideia de ser presa após invadir uma maternidade e vestir todos bebês com roupas sem gênero. Antes os pequenos usavam apenas rosa ou azul.