Roman Polanski é acusado de estuprar ‘violentamente’ atriz de 18 anos em 1975

  • Por Jovem Pan
  • 09/11/2019 11h12
Divulgação Polanski chegou a cumprir parte de pena ao se declarar culpado por outro caso de abuso

Roman Polanski foi novamente acusado de abuso sexual. O diretor, hoje com 86 anos, desta vez, teria estuprado a atriz franesa Valentine Monnier, em 1975, quando ela tinha 18 anos. A informação foi dada pelo jornal Le Parisien.

Em entrevista à publicação, Monnier, de 62 anos, afirmou que o incidente teria acontecido no chalé de ski de Polanski, localizado em Gstaad, na Suíça. “Eu não tinha nenhum elo com ele, nem pessoal, nem profissional e mal o conhecia. Ele me pressionou até eu desistir e me estuprou, fazendo com que eu fizesse todo tipo de coisa”, acusou, afirmando que foi “extremamente violento”.

O advogado francês de Roman, Hervé Temime, emitiu um comunicado dizendo que Polanski “nega firmemente todas as acusações”, dizendo que a data de “45 anos atrás nunca foi levada às autoridades”.

Monnier explicou que resolveu quebrar seu silêncio devido ao lançamento do novo filme do diretor, “J’Accuse”.

Polanski se declarou culpado por ter se envolvido sexualmente com Samantah Geimer, de 13 anos, em 1977. Ela o acusou de tê-la embebedado e drogado. Ele serviu 42 dias na prisão, mas fugiu para a França quando foi ordenado que cumprisse o restante da pena de 90 dias. Os EUA tentaram sua extradição, mas sem sucesso.