Sambista Wilson das Neves morre aos 81 anos

  • Por Estadão Conteúdo
  • 27/08/2017 13h10
A informação, sem a causa da morte, foi divulgada pela família no perfil oficial do músico no Facebook.

O sambista carioca Wilson das Neves morreu na noite deste sábado, 26, no Hospital da Ilha do Governador, no Rio de Janeiro Aos 81 anos, Das Neves estava internado para fazer tratamento de câncer diagnosticado há alguns anos. A informação, sem a causa da morte, foi divulgada pela família no perfil oficial do músico no Facebook.

Coautor do clássico “O samba é meu dom”, parceria com Paulo César Pinheiro – ele também compôs com Moacyr Luz, Aldir Blanc, Martinho da Vila -, Das Neves tinha mais de 60 anos de carreira. Era conhecido no meio musical pelo bom humor, a paixão por sua escola de samba, o Império Serrano, que nasceu depois dele, e a expressão de contentamento “ô sorte!”.

Além de ser consagrado como um dos bateristas mais elegantes da música brasileira, Wilson era também amigo de Chico Buarque, e há anos integrante de seu grupo. No último disco de Chico, chamado Caravanas, Das Neves cedeu lugar a Jurim Moreira. Com uma das mais longas fichas corridas da música brasileira, Wilson das Neves prestou mais de 50 anos de trabalhos aos mais importantes músicos do Pais e participou de mais de 600 gravações.