Youtuber Karol Eller é vítima de ataque homofóbico no Rio

  • Por Jovem Pan
  • 17/12/2019 17h22 - Atualizado em 17/12/2019 17h54
Reprodução / Jornal de BrasíliaYoutuber Karol Eller é vítima de ataque homofóbico na Barra da Tijuca, no Rio

A youtuber Karol Eller, de 32 anos, sofreu um ataque homofóbico no último domingo (15) no Rio de Janeiro. As agressões deixaram o rosto da jovem desfigurado. Segundo o colunista Leo Dias, do Jornal de Brasília, o ataque ocorreu em um quiosque na praia da Barra da Tijuca, no Rio. Karol estava acompanhada da namorada.

Conhecida nas redes sociais por ser apoiadora do presidente Jair Bolsonaro, ela foi agredida com socos e chutes e, ainda segundo o colunista Leo Dias, teria desmaiado durante as agressões.

Em sua conta no Instagram, a youtuber tem fotos ao lado de Jair Renan, filho mais novo do presidente, e de Eduardo Bolsonaro, além do próprio Bolsonaro.

Karol escreveu sobre o ataque no Instagram, onde tem 290 mil seguidores. “Gostaria que vcs lembrassem de mim com esse rosto! Deus tá no comando de tudo. Agora estou sem condições de falar ou fazer vídeos explicando! Mas quando eu estiver bem eu volto pra falar com vcs! Obrigada a todos pelo suporte. Orem por mim”, diz o post.

O deputado federal Carlos Jordy (PSL-RJ) se manifestou nos comentários. “Eu te amo. A justiça será feita”, escreveu. O vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente, também se manifestou nas redes sociais. “Todo o apoio e força à nossa guerreira”, disse.

De acordo com um amigo da youtuber, Gabriel Monteiro, Karol está “a base de remédios e ainda em choque”. “Ela está com o rosto bem inchado, a base de remédios, não está podendo falar direto e não está enxergando muito bem do olho”, disse Gabriel no Instagram. Segundo ele, ela se recupera na casa de um amigo.