Faustão chama de “imbecil” dirigente do Comitê Olímpico Brasileiro

  • Por Estadão Conteúdo
  • 18/07/2016 12h30
Com novo quadro e comediantes

A ausência do ginasta Diego Hypolito de um quadro do programa “Domingão do Faustão”, da TV Globo, na tarde deste domingo (17), fez o apresentador Fausto Silva dirigir críticas ao vivo ao Comitê Olímpico Brasileiro (COB). Ele acusou a entidade de praticar censura. O quadro “Ding Dong” reuniu o jogador Neymar, o ator Rafael Zulu, a ginasta Daniele Hypolito, irmã de Diego, e o ex-jogador Caio Ribeiro, comentarista da TV Globo.

Caio substituiu Diego. Daniele justificou a ausência do irmão devido a compromissos com a seleção de ginástica, mas Fausto Silva refutou a explicação. Faustão citou, como possível motivo da ausência, o afastamento do técnico da ginástica Fernando de Carvalho Lopes.

O treinador foi demitido da seleção de ginástica por causa de uma acusação por abuso sexual. Lopes chegou a ser técnico de Diego. “Não tem nada a ver com Diego. Ele viria aqui para participar de um programa de televisão. Aí vem um dirigente imbecil e fala com ele”, disse o apresentador.

Faustão também criticou a atitude de dirigentes esportivos e a pressão que eles exerceriam sobre os atletas. O apresentador ainda cobrou uma explicação do presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman.

A assessoria de imprensa do COB informou ao jornal O Estado de S. Paulo que a decisão de impedir a participação de Diego no programa de TV partiu da comissão técnica da seleção de ginástica e de técnicos da entidade.

Já após o término do quadro, Faustão voltou ao assunto no ar. Uma produtora do programa informou, ao vivo, que Diego estava no estúdio e recebeu um telefonema um minuto antes de entrar no ar.

O atleta não teria dito quem telefonou. Segundo a produtora, o atleta passou mal e disse que não poderia participar do programa, sob pena de ficar de fora dos Jogos Olímpicos do Rio. Diego chegou a ser socorrido por uma ambulância, informou a produtora a Faustão.

“Para você ver como são os dirigentes no Brasil”, voltou a reclamar Fausto Silva. O apresentador disse, também, que a produção do programa recebeu a informação, por parte de Nuzman, de que o presidente do COB não participou da decisão. “Isso mostra a pressão que sofre um atleta”, finalizou Faustão.