Fernando Meirelles lamenta morte de Eduardo Coutinho: “era um mestre”

  • Por Jovem Pan
  • 03/02/2014 09h08
Fernando Meirelles

O cineasta Fernando Meirelles, do premiado Cidade de Deus, usou seu perfil do Twitter para lamentar publicamente a morte do também diretor Eduardo Coutinho, encontrado morto em sua casa, no Rio de Janeiro, neste domingo (2).

“Não há ninguém no Brasil que possa ocupar o lugar do Coutinho. Fica o vazio. Esse era um mestre”, escreveu.

Aos 80 anos, Coutinho – autor de Edifício Master, Cabra Marcado para Morrer, Babilônia 2000 e Jogo de Cena – foi assassinado a facadas. Segundo a polícia, o autor do crime é seu filho, Daniel Coutinho, que sofreria de esquizofrenia.