George Lucas se desculpa por crítica à Disney: “me expressei mal”

  • Por Jovem Pan
  • 01/01/2016 15h58

George Lucas aprova "Star Wars: O Despertar da Força"

George Lucas aprova "Star Wars: O Despertar da Força"

Na última quarta-feira (30), George Lucas, o criador da franquia “Star Wars”, deu algumas declarações polêmicas em entrevista para o apresentador Charlie Rose. Entre as pérolas, o cineasta chegou a dizer que tinha vendido a Lucas Films (em 2012) para “escravagistas brancos”.

Dada a repercussão do bate-papo, ele liberou um comunicado para a imprensa emq eu pede desculpas à produtora. “Eu me expressei mal e usei uma analogia inapropriada, e por isso peço desculpas”, disse o cineasta. “Tenho trabalhado com a Disney por 40 anos e a escolhi como zeladora de Star Wars devido a meu grande respeito pela companhia e pela liderança de Bob Iger”.

Ainda na entrevista polêmica, ele afirmou que não gostou do estilo retrô do filme. “Eu não gosto disso. Em cada filme, trabalhei muito duro para torná-los diferentes”. Quanto à venda da saga intergaláctica, por US$ 4 bi em 2012, ele chamou os seis primeiros filmes de seus “filhos”, dizendo depois que os vendeu para “escravagistas brancos”.

“Star Wars: O despertar da força”, o sétimo filme da saga, bateu o recorde de arrecadação de bilheteria da estreia, com US$ 1 bi.