Gizelly Bicalho perdeu mais de 5kg após participação no BBB; entenda como!

  • Por Leonan Oliveira
  • 30/05/2020 16h49

Parece que o confinamento na casa do BBB serviu como gatilho de renovação na vida de Gizelly Bicalho. A participante da 20ª edição do reality mais famoso do Brasil perdeu mais de 5kg desde sua eliminação e está em busca de uma vida e hábitos mais saudáveis. “Fiz um detox de 7 dias, eliminei aproximadamente 5 kg e ganhei mais ou menos 3 kg de massa magra”, conta.

O primeiro passo de todo esse processo, segundo Gizelly, foi buscar profissionais da saúde para entender suas limitações e traçar objetivos mais seguros. Dr. Paulo Lessa, do Instituto Lessa, falou sobre os benefícios de uma dieta com alimentos não inflamatórios e um cardápio rico em alimentos saudáveis – similar a que Gizelly aderiu. “Para esse tipo de casos, o ideal é o uso de alimentos que ajudam a desinflamar, como ácido málico, magnésio, cúrcuma, chás que facilitam a drenagem da retenção”, explica. 

A alimentação é muito importante, mas sozinha não basta. Mesmo com o isolamento social, adotado como medida preventiva de contaminação do novo coronavírus, Gizelly não deixou de investir nos exercícios físicos e tem até feito sessões online com um personal. 

“Por isso, vem a diferença de fazer acompanhamento com uma equipe integrada entre médicos, nutricionistas e outros profissionais da área”, destaca Dr. Paulo Lessa. “De forma integrativa, nós conseguimos além de ajustar a alimentação e a reposição de certos nutrientes, conseguimos também avaliar a função hormonal, como tireoide e várias outras desordens que podem levar a uma síndrome metabólica, que é quando estamos com alterações na glicose, insulina, colesterol, triglicérides, ácido úrico, dentre outros marcadores”.

“Busquei uma equipe multidisciplinar, desde ginecologista a psicólogo, para cuidar do meu corpo e da minha mente”, conta Gizelly. Para Lessa, o alinhamento de uma alimentação balanceada com o psicológico saudável é o segredo para a melhora da qualidade de vida. “Após essas ajudas, a pessoa melhora também a sua qualidade de vida”, conclui.