Gondry vai instalar próximo a Paris fábrica de filmes

  • Por Agencia EFE
  • 15/01/2014 16h26

Paris, 15 jan (EFE).- O cineasta francês Michel Gondry e a Prefeitura de Aubervilliers assinaram um acordo para instalar ali uma Fábrica de Filmes aberta gratuitamente a todos os públicos, informou nesta quarta-feira à Agência Efe essa cidade, vizinha a Paris.

O diretor de “A Espuma dos Dias” (2013) tem a ideia na cabeça há mais de dois anos e desde então a iniciou com caráter itinerante em cidades francesas e estrangeiras, inclusive a própria Aubervilliers.

Colaboraram seus colegas argentinos Fabio Junco e Julio Midú, que têm um projeto de criação coletiva urbana similar, a Fundação Cinema Com Vizinhos, na cidade argentina de Saladillo, na província de Buenos Aires.

Dentro de uma possível cooperação cultural entre as cidades, a embaixada argentina em Paris promoveu a visita a Aubervilliers dos dois diretores, que organizaram uma de seus oficinas de “cinema express” e criaram o curta “El Niño” com os moradores.

Gondry foi convidado a levar temporariamente a Saladillo sua Fábrica de filmes, em 2015, como fez em Tokyo e que este ano acontecerá no Marrocos, mas por enquanto é só um projeto ainda por confirmar, explicaram na embaixada.

Os trabalhos de reabilitação da antiga fábrica de fósforos que Gondry quer ocupar começarão em setembro de 2015 e deve ser finalizada nove meses depois, explicou o responsável do projeto na Prefeitura de Aubervilliers, Samia Khitmane.

A ideia é que essa Fábrica seja a primeira etapa de uma série de projetos semelhantes em outras cidades francesas e estrangeiras, ressaltou Gondry à imprensa francesa após assinar o acordo com a Prefeitura da cidade.

Fontes da Prefeitura disseram que os 1,8 milhões de euros necessários para começar as obras ainda não foram totalmente arrecadados, embora diferentes instituições da região já tenham se comprometido, incluída a prefeitura, com 500 mil euros.

Auvervilliers, cidade de tradição marcadamente operária, é há décadas sede do cinema Equestre Zingaro, de Bartabas, e fica a poucos quilômetros de Saint-Denis, sede da ambiciosa Cidade do Cinema do diretor Luc Besson. EFE