Greve de garis deixa ruas do Rio cobertas de lixo em pleno carnaval

  • Por Agência EFE
  • 03/03/2014 11h03
RIO DE JANEIRO, RJ, 03.03.2014 -GREVE DO GARIS/RJ/IPANEMA - Terceiro dia de greve dos garis cariocas. 30% do efetivo continua trabalhando e, diferente da zona norte e centro, o efetivo na orla é maior, em Ipanema, zona sul da cidade. (Foto: Marcelo Fonseca/Folhapress)Lixo acumula no Rio de Janeiro

Uma greve de um grupo de garis da Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb), que entrou em seu terceiro dia seguido nesta segunda-feira, deixou as ruas do Rio de Janeiro cheias de lixo em pleno carnaval, quando a cidade se encontra abarrotada de turistas.

A greve está sendo realizada por parte dos garis da Comlurb e não tem apoio do sindicato municipal, que negou ter paralisado o serviço de coleta de lixo.

Alguns pontos do centro da cidade e em bairros turísticos, como Copacabana e Ipanema, apresentavam grandes acumulações de lixo nesta segunda.

O lixo se amontoava até nas arquibancadas do sambódromo, onde ocorreu a primeira noite desfile das escolas de samba do grupo especial.

A Prefeitura do Rio de Janeiro e o sindicato municipal dos garis negaram, por meio de um comunicado, a existência de uma greve.

O sindicato atribuiu a um “grupo sem representatividade” a propagação de “rumores de ameaça de paralisação”.

Centenas de varredores se manifestaram neste sábado e domingo para exigir uma alta salarial de R$ 803 para R$ 1, 2 mil, o pagamento de horas extras e outros benefícios.