Estreia de ‘John Wick 4’ é adiada para 2022 devido a pandemia de Covid-19

  • Por Jovem Pan
  • 02/05/2020 12h58
Divulgação"John Wick 4" será a continuação de "John Wick - Implacável", único a ter destronado "Vingadores: Ultimato" em seu lançamento

A quarta parte de “John Wick”, a franquia de ação estrelada por Keanu Reeves, teve nesta sexta-feira (1º) o lançamento adiado por exatamente um ano, até 27 de maio de 2022, devido à impossibilidade de começar as filmagens por causa da pandemia do novo coronavírus.

Os estúdios Lionsgate anunciaram neste sábado (2) a nova data para a sequência, que será dirigida por Chad Stahelski, mas terá que atrasar toda a produção. Isso porque Reeves precisa antes terminar outra saga, “Matrix 4”, que também teve as rodagens paralisadas.

Os estúdios adiaram também o lançamento de “Dupla Explosiva 2”, que seria exibido nos cinemas em 28 de agosto deste ano e agora será lançado no mesmo dia, mas em 2021. Já “Espiral – O Legado de Jogos Mortais”, com Chris Rock, irá às telonas em 21 de maio de 2021.

Além disso, o filme de terror “Antebellum”, que deveria chegar aos cinemas nas próximas semanas, foi postergado para 21 de agosto, caso as circunstâncias permitam.

O filme mais afetado pelas mudanças, “John Wick 4” será a continuação de “John Wick – Implacável”, único a ter destronado “Vingadores: Ultimato” em seu lançamento, depois que a obra da Marvel permaneceu por várias semanas como o filme mais assistido até se tornar o maior sucesso de bilheteria da história.

A história do assassino que deve enfrentar um grupo de pistoleiros arrecadou US$ 57 milhões em seu primeiro fim de semana nos cinemas. Foi o primeiro dos três filmes chegar ao topo da bilheteria em sua primeira semana, bem acima dos US$ 14,4 milhões de “John Wick”, de 2014, e os US$ 30,4 milhões de “John Wick 2: Um Novo Dia Para Matar”, em 2017.

* Com EFE