Josh Gad defende personagem gay de “A Bela e a Fera”: “há medo do que não conhecemos”

  • Por Jovem Pan
  • 07/03/2017 09h35
Josh Gad defende personagem gay de "A Bela e a Fera"

O filme “A Bela e a Fera” vem buscando quebrar paradigmas e por conta disso vem entrando em polêmicas. A última foi a revelação de que o personagem Lefou será homossexual na trama, causando a revolta de algumas comunidades mais conservadoras. Em entrevista à revista “People”, Josh Gad, ator que dá vida ao personagem, opinou sobre o assunto e disse que as pessoas têm medo do que não entendem.

“Acho que já falamos tudo o que era necessário sobre isso, incluindo as pessoas que ainda não viram o filme e já fizeram julgamentos. O que eu vou dizer é que esse filme é algo com inclusão, que tem algo a oferecer para todo mundo. Há temas nele que eu realmente acho muito importantes e provavelmente o mais importante é: nunca julgue um livro pela sua capa. Há tanto medo lá fora do que nós não entendemos e não conhecemos”, comentou.

Gad ainda foi mais a fundo e mostrou que temas apresentados na versão animada do longa, lançado em 1991, ainda servem de aprendizado para o mundo de agora, 16 anos depois.

“E você tem um personagem em Gaston que usa seu charme de forma ofensiva para convencer as pessoas a atacarem alguém que elas não conhecem, alguém que é diferente, alguém que só representa perigo porque Gaston falou que ele representa perigo. Eu acho que esse tema é relevante hoje, assim como era quando a história foi lançada no passado. Então isso é o que eu espero que as pessoas pensem do filme”, completou.

“A Bela e a Fera” chega aos cinemas do Brasil em 15 de março. Além de Gad, o elenco conta com Emma Watson, Dan Stevens, Luke Evans, Stanley Tucci, Ewan McGregor, Ian McKellen e Kevin Kline.