Lenda da música, Prince morre aos 57 anos

  • Por Jovem Pan
  • 21/04/2016 14h07

Prince faz single tributo a Baltimore

Prince faz single tributo a Baltimore

O mundo da música está de luto. Nesta quinta-feira (21), a lenda do R&B Prince foi encontrado morto em seu estúdio Paisley Park, em Minessota, aos 57 anos de idade. A informação foi dada pelo site TMZ. De acordo com as autoridades locais, a polícia respondeu a um chamado médico por volta das 9h43 (horário local) e descobriram a fatalidade. O ícone do cenário musical havia dando entrada em um hospital recentemente, com sintomas de gripe. O motivo da morte ainda será investigado.

No último dia 15, Prince precisou fazer um pouso forçado por estar passando mal em seu jatinho. Após dar entrada no hospital por conta de uma forte gripe, o cantor foi liberado e se apresentou no dia seguinte, aparentando estar recuperado. Representantes do ícone do pop afirmaram que ele voltou a se sentir mal no avião após o concerto.

Prince Rogers Nelson nasceu em 7 de julho de 1958 e foi considerado pela mídia especializada como um dos grandes nomes do pop de todos os tempos. Ele vendeu mais de 100 milhões de álbuns ao redor do mundo e agitou muito as baladas disco na década de 1980.

Seu maior sucesso é o disco “Purple Rain” (1984). O álbum passou 23 semanas na lidenraça da para dos Estados Unidos, além de vencer três Grammys e o Oscar de Melhor Canção Original de 1985. Com a sua versatilidade e talento musical, o norte-americano produziu grandes hits como “I Wanna Be Your Lover”, “Kiss” e muitos outros, distribuídos em seus mais de 30 trabalhos de estúdio.

Edgar Piccoli, apresentador do Jovem Pan Morning Show e profundo conhecedor da música, lamentou e muito a morte do astro. Para ele, a perda de Prince tem a mesma magnitude de quando Michael Jackson e David Bowie faleceram. 

“A notícia da morte do Prince vem na mesma magnitude do David Bowie. Ainda não foi constatada o motivo da morte, sabia-se que ele estava com uma forte gripe. Ele foi para o hospital, foi liberado e alguns dias depois foi encontrado morto. Ele não era um cara inovador somente no cenário musical, ele mexeu com comportamento. Ele tinha uma coisa andrógena. Ele subverteu tudo isso e se pegar os últimos 30 anos, mudou a música. Muitas bandas não seriam o que são hoje se não fosse por ele”, disse o apresentador.

Com todo um ar inovador e criando tendências não somente na música, mas na moda também, o ícone do pop tem o mesmo tamanho do que Michael Jackson, de acordo com Piccoli. 

“A obra dele irá ficar para sempre. Comparando com Michael Jackson, ele está no mesmo a patamar em termos de potencial artístico. Eles vêm de vertentes similares. Ambos foram uma grande perda para a música”, completou.

Relembre o grande sucesso de Prince, “Purple Rain”: