Brasil e Portugal se unem à ONU e lançam ‘Clube do Livro em língua portuguesa’ na web

Projeto faz parte dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e terá obras brasileiras infantis e juvenis em plataforma online

  • Por Jovem Pan
  • 23/09/2020 14h30
Marcos Santos/USP ImagensBrasil e Portugal entram para plataforma da ONU de livros

Brasil e Portugal anunciaram um projeto em conjunto com a ONU para incentivar o acesso aos livros infantis na internet. Chamado de ‘Clube da Leitura em língua portuguesa‘, a ação tem como membros fundadores a APEL – Associação Portuguesa de Editores e Livreiros; CBL – Câmara Brasileira do Livro; FEBAB – Federação Brasileira de Bibliotecas;  FNLIJ – Seção Brasileira do IBBY e a DGLAB – Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas. O clube está associado aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU e tem como objetivo usar os livros como ferramenta que incentiva crianças entre 6 e 12 anos a interagirem com os princípios dos ODS, por meio de uma lista de livros de várias partes do mundo.

O clube reunirá obras brasileiras infantis e juvenis, a ficarem disponíveis na plataforma da ONU, que já conta com livros de outros países e idiomas. A Câmara Brasileira trabalha no lançamento de uma plataforma onde será possível inscrever as obras brasileiras e a FNLIJ será a responsável pela seleção dos títulos. As entidades veem o clube como uma oportunidade de fazer com que esses livros se tornem referências bibliográficas em escolas públicas e particulares, com a chancela da ONU. O lançamento do projeto acontecerá na Feira do Livro de Bolonha em 2021, programada para abril.

“Há muitos livros excelentes em português que tratam dos diversos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Eles podem ensinar as crianças sobre os desafios atuais e, talvez, nos ajudem a atingir os objetivos até 2030”, disse o presidente da CBL, Vitor Tavares, em nota. “Os livros têm o poder de nos ajudar a entender o mundo à nossa volta e nós mesmos. Estamos muito animados em fazer parte do Clube de Leitura ODS da ONU para trazer estes objetivos às crianças que falam português”, comemorou o diretor dos Serviços de Bibliotecas (DGLAB Portugal), Bruno Duarte Eiras.

Com o projeto, o Brasil passa a integrar um movimento global chamado SDG Book Club, desenvolvido pela ONU com o apoio da Associação Internacional de Editores (IPA). A iniciativa tem a missão de disseminar os conteúdos dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável entre crianças e jovens de todo o mundo por meio do acesso a livros e à literatura. A ONU espera alcançar os objetivos de desenvolvimento sustentável e transformar o mundo para melhor até 2030.

*Com Estadão Conteúdo