Cientistas provam que mito mais famoso sobre Mona Lisa é falso

  • Por Jovem Pan
  • 15/01/2019 15h49
WikimediaAo contrário do que diz o mito, a Mona Lisa não te segue com olhos

Um dos grandes mistérios de Mona Lisa, o quadro mais famoso de Leonardo Da Vinci, foi derrubado por cientistas da Universidade de Bielefeld, na Alemanha. Eles provaram que, ao contrário de milhares de relatos, a imagem não segue com os olhos quem a observa.

Durante muito tempo, acreditou-se que a criação de Da Vinci era tão perfeita e enigmática que ela passaria a impressão de estar te olhando nos olhos independentemente do ângulo que você a olhasse. Esse fenômeno, inclusive, ganhou o nome de “efeito Mona Lisa”. Ele de fato existe, mas não na Mona Lisa.

Para provar isso, os cientistas Sebastian Loth e Gernot Horstmann criaram um teste que leva em conta alguns aspectos para comprovar se determinado objeto tem ou não o famigerado “efeito Mona Lisa”. Entre esses aspectos, estão a direção do olhar da figura e a posição da cabeça de quem está a vendo.

Eles, então, decidiram conduzir o teste com a própria Mona Lisa. Para isso, convocaram um grupo de 24 pessoas para ficar a 66 centímetros de uma tela que mostrava o quadro. Uma régua foi posicionada entre a tela e cada pessoa, e cada uma das cobaias tinha que mostrar na régua onde achava que o olhar da imagem estava posicionado.

O experimento foi repetido mais de 2 mil vezes e comprovou que o ângulo do olhar de Mona Lisa é de 15,4 graus. Para os cientistas, o ângulo ideal para que o “efeito Mona Lisa” aconteça fica entre 5 e 10 graus. Ou seja: o olhar da Gioconda é um pouco para a esquerda.

Resumindo: o “efeito Mona Lisa” não se aplica ao próprio quadro. Por mais que você sinta que a imagem está te observando não importa de onde você a veja, a ciência já comprovou que não é bem assim que a coisa funciona. Agora, você terá de ir ao Louvre para sentir na pele se a Mona Lisa está te olhando ou não.