Márcia Fernandes prevê 2019 difícil: ‘Só vai melhorar em março do ano que vem’

  • Por Jovem Pan
  • 30/01/2019 14h15
Jovem PanMárcia Fernandes foi a convidada do Pânico desta quarta-feira (30)

Sensação da internet, a sensitiva Márcia Fernandes virou referência em assuntos esotéricos, e até quem não acredita muito nessas coisas para para ouvir o que ela fala. Mas, desta vez, a previsão não é muito boa: ela disse que 2019 será um ano muito difícil. “A partir de agosto vai ter mais emprego, o governo vai melhorar, as coisas vão dar uma melhorada. Mas a fase ruim só vai melhorar março do ano que vem”, disse em entrevista ao Pânico nesta quarta-feira (30).

A sensitiva afirmou que este ano terá muitas tragédias. “Vai ter muito incêndio e acidente até o final do ano”, revelou. Isso vai acontecer porque Marte é o planeta que rege 2019. “Marte tira você da depressão, dá coragem, mas também é o planeta da guerra”, explicou. “Vai ter muita facada esse ano.”

Ela ainda fez uma previsão dos signos que vão se dar bem em 2019. “Vai estar muito bom para ariano”, antecipou Márcia. “Esse ano não vai estar muito bom para escorpião”, alertou. Para os outros signos, ela disse que o ano será “mais ou menos”.

Falsos profetas

Depois de décadas na TV, Márcia Fernandes virou um fenômeno na internet graças a seu canal no YouTube, que já tem mais de 1 milhão de inscritos. Por isso, ela passa muita credibilidade em suas leituras. “Eu erro mais ou menos 5% [das previsões]. Tem coisa que nem gosto de falar”, revelou.

Mas a sensitiva reclama que os “falsos profetas” atrapalham muito e ataca quem usa a fé para lucrar. “Quando você está dando um passe, é de graça, não pode tomar nem um centavo. Espírito não tem dinheiro”, afirmou.

Ela também comentou sobre o médium João de Deus, preso no ano passado acusado de vários abusos sexuais. “De Deus ele não tem nada. Não dá para falar daquele cidadão”, resumiu.

Falando sobre outro caso recente, Márcia explicou, do ponto de vista espiritual, a tragédia de Brumadinho (MG), que deixou ao menos 84 pessoas mortas. “Cada vez que existe um desencarne coletivo, eram pessoas que tinham que desencarnar dessa forma”, disse. “Mas uma catástrofe dessa é para você acordar, Deus não vai fazer uma sacanagem dessa de graça”, ressaltou.