Luana Piovani relembra traição a Rodrigo Santoro: “Não me fiz de santa”

  • Por Jovem Pan
  • 07/06/2017 13h07
Luana Piovani relembra traição a Rodrigo Santoro: “Não me fiz de santa”

Luana Piovani voltou a falar sobre o caso de traição pública que cometeu no Carnaval de 2000, quando beijou o empresário Christiano Rangel enquanto namorava o ator Rodrigo Santoro. Em vídeo publicado em seu canal no YouTube nesta quarta-feira (7), a atriz disse que admitiu o erro e foi sincera com Santoro, terminando a relação ali mesmo.

“Já trai e já fui traída. A minha traição foi pública e notória, e o meu ‘corno’ também foi público e notório. Tenho muita dificuldade em lidar com a culpa. Inclusive, a minha história de traição, na verdade, foi traição, mas eu não voltei para casa falando ‘eu te amo, meu amor’ e deitei na cama. Eu traí, cheguei em casa e falei ‘deu ruim, vou partir’. Não consigo fazer esse número de duas vidas, sabe? De viver duas coisas”, contou.

Piovani revelou que também já foi traída e não gostou nada de saber. Sem citar nomes, ela explicou que ao contrário de sua atitude com Santoro, o rapaz chegou em casa se declarando, como se nada tivesse acontecido.

“Quando eu fui traída, fiquei com tanto ódio que eu espumava. A vontade que eu tinha era de arrancar os olhos da pessoa. Porque eu fui traída e a essa pessoa que me traiu voltou para casa dizendo ‘ai, meu amorzinho…’ Mas, dito e feito: veio parar na minha mão! E aí que eu fiquei com ódio e pensei: ‘como você faz um troço daquele, volta para casa e se faz de bonzinho? Faça-me o favor! Eu não tenho essa culpa, porque eu não fiz isso’. Eu traí e falei: ‘Olha só, não foi legal, me perdoa, dei mole, mas vim aqui te dizer que estou partindo. Não fiquei fazendo a ‘fofita’ dizendo ‘te amo’ e traindo a pessoa”, concluiu.