Luiza Brunet lembra reação de filhos à agressão: inseguros e decepcionados

  • Por Jovem Pan
  • 02/09/2016 13h25
Luiza Brunet fala de agressão a revista - Instagram

Depois de denunciar o ex-namorado, Lírio Parisotto, por agressão física, Luiza Brunet falou à revista Claudia sobre os ataques que recebeu na web por sua atitude lembrou da reação dos filhos ao saberem da violência sofrida pela mãe.

“Meus filhos gostavam dele. Viajamos todos juntos algumas vezes. Expliquei que decidira partir para a denúncia. Yasmin ficou um pouco insegura; Antonio, decepcionado, depois, transtornado. Ele se perturbou com a ideia de a mãe ter sido agredida por um homem – fosse ele quem fosse”, lembrou a atriz. “Contei porque meus filhos tinham o direito de saber e para prepará-los. Não queria que fossem surpreendidos pela mídia. Eles se acalmaram e logo me apoiaram. Não tocaram mais no assunto, embora se preocupem e sempre perguntem se já estou melhor”, declarou.

Para a publicação, Luiza ainda falou dos ataques que recebeu após denunciar o ex. “Nas redes sociais disseram que armei tudo para conseguir dinheiro fácil, que quebrei as costelas, dei um soco no meu olho. Coisas nojentas”, desabafou.

A atriz, que foi abusada aos 14 anos, disse que a violência de Parisotto foi a pior: “veio de um homem que eu amava”. “Apanhar como apanhei, aos 54 anos, foi o pior. Sustentei cinco irmãos, mãe e um pai alcoólatra por amor. O velho que abusou de mim aos 14 era um estranho. A briga com Saad, negócio: eu tinha 19 anos, era top na carreira e não queria mais ser explorada. Hoje Saad me respeita. A separação do pai de meus filhos doeu muito, porém foi a alternativa ao desgaste. Mas agora, quando queria paz e sossego, me ocorreu o mais triste”, afirmou.