Mancha Verde homenageia centenário do Palmeiras e ídolos do clube

  • Por Jovem Pan
  • 14/02/2015 00h12
SÃO PAULO,SP,13.02.2015:CARNAVAL-MANCHA-VERDE - Carnaval 2015. Grupo Especial. Desfile da escola de samba Mancha Verde, no sambódromo do Anhembi, em São Paulo (SP), nesta Sexta-feira (13). (Foto: Marcos Bezerra/Futura Press/Folhapress)Mancha Verde narra centenário palmeirense

A Mancha Verde abriu as atividades no Sambódromo do Anhembi, na noite desta sexta-feira (13), e o tema do desfile foi o centenário do Palmeiras, que foi comemorado em agosto do ano passado. Os destaques da escola foram Viviane Araújo e Juju Salimeni.

Tanto a musa Juju Salimeni quanto a Rainha de Bateria Viviane Araújo desfilaram com lindas roupas ricas em penas. Juju estava com uma veste dourada bem chamativa e atraiu os olhares no Anhembi, também por conta do mínimo tapa-sexo.

Com o tema “Quando Surge o Alviverde Imponente: 100 anos de Lutas e Glórias”, a Mancha Verde trouxe à avenida carros homenageando grandes ídolos da história do clube de Palestra Itália, tais como os goleiros Marcos e Oberdan Cattani, o zagueiro Luis Pereira, e do meio-campista Ademir da Guia que ganharam títulos importantes no Verdão.

O samba-enredo da Mancha Verde destacou o amor dos torcedores pelo clube e a história rica do alviverde paulista.

Além do futebol, a escola também deu bastante espaço em seu desfile para falar da imigração italiana no Brasil e a influência da colônia no clube.

A ala das baianas trouxe as cores da bandeira italiana e assim exaltou a forte ligação do Palmeiras com o país.

Em uma das alas, a Mancha Verde destacou os 8 a 0 que o Palmeiras aplicou sobre o Corinthians em 1933, maior goleada da história do maior clássico do futebol paulista. A escola também apresentou uma ala sobre a Segunda Guerra Mundial, que motivou a mudança de nome de Palestra Itália para Palmeiras.

O desfile foi bastante colorido, com predomínio da cor verde, mas de alguma forma ficou a sensação de que a apresentação poderia ter empolgado mais.

A Mancha Verde retornou ao Grupo Especial do Carnaval de São Paulo depois de ficar com o vice-campeonato do Grupo de Acesso em 2014, quando apresentou o enredo “Bem aventurados sejam os perseguidos por causa da justiça dos homens… Porque deles é o Reino dos Céus”.

Confira o samba-enredo da Mancha Verde:

De braços abertos vou me declarar

Eu amo você palmeiras

100 Anos de lutas e de glórias

Canta mancha verde guerreira

 

Nem sei por onde começar

De tanto amar, seu manto sagrado

Eu vivo suas emoções

Mil declarações refletem meus atos

Em solo brasileiro

Dos povos o mais guerreiro

Da mitologia a inspiração

Herança marcada na evolução

No “parque” um sonho a conquistar

Em cada coração o nosso lar

 

Olê palestra!

Com raça venceu a perseguição

Olê palmeiras!

De fato o eterno campeão

 

Heróico!

No ardor da partida, ostentou sua fibra

Com as cores do meu brasil

Brilham na academia

Estrelas num lindo “jardim”

“Divino” a luz que me guia, um amor sem fim

Sagradas na mão de um santo minha devoção

“Liberto” o grito eu sou campeão

Em verde e branco quero eternizar

A nova casa, meu orgulho, meu lugar